Banner Topo


TOP RN | Os 7 Momentos em que a Pixar nos fez chorar

A Pixar lançou recentemente seu 17º longa metragem, Procurando Dory, sequencia do clássico Procurando Nemo (2003). A longevidade do estúdio é devida à qualidade impressionantemente consistente de seus filmes, cada um deles recebendo uma boa dose emocional nas travessuras de seus personagens  - sejam eles brinquedos, peixes, robôs, super-heróis etc...


Todos os filmes contam com aquele momento em que os olhos suam como quando Andy brinca com Woody, ou Merida acha que sua mãe está enfeitiçada para sempre, Esses são apenas alguns momentos que não entraram em nossa lista.

Assim sem mais delongas, tenha em mãos seu lenço e prepare-se para lacrimejar enquanto relembra os momentos mais emocionantes proporcionados pela Pixar:


1 - A Terrível descoberta de Buzz 


Uma das cenas mais marcantes da franquia Toy Story é quando Buzz descobre que não é um super-herói cósmico e que não passa de um simples brinquedo de criança.
A cena mostra Buzz negando a verdade mais uma vez, tentando voar por fora da janela. Em vez disso ele cai escadas abaixo e perde o braço. Ao perceber que não pode voar a expressão em seu rosto plástico é de horror, fazendo que o patrulheiro estelar pense em dar cabo em sua vida. 

2 - O Reset de Wall-E 


A Disney nos apresentou vários robôs nos últimos anos: BB-8, Big hero 6, Baymax, e WALL-E. A unidade de eliminação de resíduos ganhou nossos corações em 2008... 
Depois de sacrificar-se para garantir que a nave Axiom possa retornar a Terra, EVE conserta-o repondo algumas peças, mas sua personalidade é apagada. Assim ele não se lembra dela ou do amor que envolveu os dois, dando uma parada melancolicamente a maior história de amor da Pixar até hoje.

3 - O Adeus de Sully 


A Pixar tem um dom para nos fazer se importar com criaturas ou objetos inanimados que normalmente não nos interessaria. Em Monstros S.A ela nos faz amar monstros horríveis que invadem os quartos de crianças a noite para aterrorizá-las.
A cena no quando Sully tem que devolver Boo ao mundo dela é realmente comovente. Graças a grande atuação de John Goodman como Sully e o roteiro que deixa o peso da impressão de um pai sendo arrancado de seu filho. Eu mesmo ao lembrar da cena para escrever fico com um nó na garganta.

4 - A morte da Sra. Coral 


Logo nas cenas iniciais de Procurando Nemo podemos ver a origem da superproteção de Marlin Coral a Nemo.
Felizes em sua nova casa anêmona, a esposa de Marlin Coral e quase todos seus Ovos-Filhos são consumidos por uma Barracuda, restando apenas o ovo de onde nasceu Nemo, Marlin promete nunca deixar que nada aconteça com ele.
A música tema criada por Thomas Newman para o trágico desfecho deixa a cena tensa o suficiente para preencher os oceanos com lágrimas do público.

5 - O sacrifício de Bing Bong 


Não é por acaso que Divertida Mente foi um grande sucesso no ano passado, pois a Pixar parecer ter um interesse obsessivo em fazer o público explodir em lágrimas.
Um filme que personifica emoções é naturalmente uma montanha russa emocional, onde um dos grandes ápices melancólicos foi o trágico sacrifício do amigo imaginário Bing Bong, para salvar Alegria e Riley quando ele decide ficar para trás e ser apagado da memória de Riley no cemitério de memórias.
Ao contrário de muitos dos momentos citados aqui, não há um final feliz para Bing Bong, no desenrolar da trama Alegria e Tristeza conseguem resolver o cérebro de Riley mas Bing Bong permanece esquecido...

6 - As lembranças de Jessie
  

Porque você odeia tanto os amigos de infância Pixar? Antes de Bing  Bong se sacrificar em Divertida mente. Jessie a Cowgirl de Toy Story 2 fez nos refletir diferente de como nos tratamos nossos brinquedos quando éramos crianças.

O filme traz uma sequencia de Flashback que mostra como Jessie foi mal tratada quando sua dona ficou velha demais para brincar com ela, ela ficou por anos esquecida sob a cama até que foi doada a caridade.
Pense bem, você não sabia que estava a traumatizar seus brinquedos quando colocava-os nas caixas de doação?

7 - A abertura de Up


É difícil imaginar uma cena mais angustiante que a abertura de Up, em vez de fazer florescer a criança que há em nós esta sequencia adulta, dá um puxão no coração de telespectadores de todas as idades.
Carl e Ellie tem uma vida conjugal feliz, mas seu sonho de vida que  era viajar pelo munto juntos não aconteceu. Pois Ellie morre eventualmente deixando Carl sozinho e idoso.
Condensar toda vida de um casal em dez minutos, faz uma abertura incrivelmente emocional.

Gostou? Comente!


TOP RN | Os 7 Momentos em que a Pixar nos fez chorar TOP RN | Os 7 Momentos em que a Pixar nos fez chorar Reviewed by Akorell on 12:13 Rating: 5