Banner Topo


Crítica Nerd: Dredd (2012)


Taí um filme sem pretensão nenhuma de ser uma mega série ou mega franquia mas que cumpre bem a missão: divertir o fã do personagem e o espectador na sala de cinema ! Hoje em dia, isso é quase um milagre em se tratando de filmes de ação, onde atores com 60 e 70 anos ainda disputam bilheterias e tentam emplacar sequências...

Mesmo com o orçamento baixo, é muito competente ao trazer muito do espírito das HQs para as telonas.

(contém spoilers)



Com direção de Pete Travis, Dredd aproveita sua trama simples, vinda do roteiro de Alex Garland, para contar com uma execução competente que não deixa o ritmo se perder. A história mostra o Juiz, interpretado por Karl Urban ( uma interpretação mítica, onde sem mostrar o rosto, apenas com a voz e gestos, o personagem foi muito bem incorporado pelo ator), avaliando a novata Anderson, vivida por Olivia Thirlby, enquanto atendem uma chamada envolvendo um triplo homicídio num conjunto habitacional barra-pesada, dominado pela chefe do tráfico Ma-Ma (Lena Headey, quase desaparecendo sob a maquiagem). Quando tudo parecia uma missão de rotina, a vilã bloqueia todas as saídas do local e prende os dois Juízes, oferecendo uma recompensa para quem conseguir matá-los. Claro que Dredd e a jovem recruta agora precisam sobreviver nas piores condições enquanto aguardam os reforços. E isso rola por pelos 95 minutos do longa.

Sem lenga lenga ou encher linguiça,  Dredd consegue prender a atenção. O diretor Travis cria sequências de tiroteio das mais variadas formas. Seja pelo ponto de vista dos usuários da droga Slo-Mo, que faz tudo parecer em câmera lenta, dando uma das poucas justificativas convincentes para o uso desse recurso narrativo, ou colocando quem está assistindo, “ao lado” dos protagonistas, desviando das balas e dos destroços do prédio.

Esse filme ganhou comigo vários e vários pontos, por uma coisa básica e famosa nas HQs e não respeitada pelo filme lixo de 1995 com o vovô Stallone: o Juiz Dredd nunca, nunca tira o capacete !!!!!!!

Vale a pena assistir !!! NÃO ASSISTA A VERSÃO DUBLADA !!!

Minha nota: 9,0 / 10
Crítica Nerd: Dredd (2012) Crítica Nerd: Dredd (2012) Reviewed by F3 on 10:10 Rating: 5